terça-feira, 21 de setembro de 2010

MATTEO



Matteo
Quando te fomos buscar m estava numa casa de meninas estudantes com as tus manas, de repente percebemos que era aquele, que vinha para casa, parecias um macaquinho a subir pelas nossa pernas, cada vez que te cheirava a comida.
Aquela "caixa Magica" o frigorifico, era uma atracção para ti, tinhamos que te mostrar tudo, eras um gatinho simpatico ,inteligente, carinhoso e ateeras giro, quando ronronavas porque defendias o teu prato da comida com"unhas e dentes"
Adormecia ao som do teu ronronar, ate ao dia que tiveste que partir.
Apesar das nossa pernas parecerem o mapa de estradas , para subires e enroscares-te no colinho.
Eras um companheiro para todos os amigos
O Patxi o nosso nobre gato, adorava brincar contigo.
Eras feliz e temos a certeza que te sentiste um gato amado.

Começaste a ficar magrinho , as tuas pernas nao te obedeciam, "o Router do Meo" passou a ser o teu local preferido, mas nunca te queixaste.
Os olhos atentos da Solbel, viu que algo se passava, mais uma vez fizeste a viagem com a Marisol para aquele sitio cheio de estrelas onde estao as pessoas que amamos na vida, foste dar lhes alegria e contar lhe como estamos aqui nesta "bola em convulsão" que chamam de Terra.

Cada Gatuxo que parte é uma perola que cai dos nossos olhos e se transforma numa recordação no nosso coraçao.

Sente-se a tua falta , os teus amigos estao tristes, mas por certo o sorriso dos que estao aí convosco atenua a nossa perda.

Um Miau dos teus amigos Pelayo, Patxi, Pipocas, Pompom, Mamy e a nossa galeguinha Bianca e nao podemos esquecer aquele Likas que se passeia ca por casa , come e dorme mas que tem tanta raiva aos humanos.
Quem sabe o que lhe fizeram....por vezes ate o entendo......tambem me apetece."bufar" e morder.

Ms estes dias foram dificeis , o Outono começa triste.!!!!

Ca continuamos ...os teus amigos precisam de nós!!!!

MARISOL



Marisol , foi com muita alegria que te fomos buscar, te mimamos, diziamos que os teus olhos vivos pareciam dois pratos.
Fizeste as delicias da Carolina e Catarina, tinhas uma caracteristica especial, de tao carinhosa que eras, mamavas mo POMPOM E NO MEINHAS, teus companheiros de brincadeiras preferidos.
Foste feliz e transmitisre muita alegria enquanto estiveste aqui.
Mais uma vez a doença fatal PIF te atingiu. Tivemos que te ajudar a partir.
Mas por todo o lado , em casa esta o teu olhar.
Todos ficamos com saudades tuas, eras uma gatinha muito especial um misto de Mar imenso e de Sol que aquece os nossos coraçoes.

Homenagem dos teus companheiros, Pelayo, Pompom, Pipocas, Mikas, Patxi, Mamy e as tuas amigas que te tem num cantinho especial no coração.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Mais um ano





Desculpa Pelayo ter escrito no teu guia de memórias, és o meu companheiro, mas tambem me apeteceu escrever, não conheceste a minha Mae , era muito querida, gostava de Gatinhos como tu, tivemos um que se chamava Mozart ou nao gostasse o meu pai tanto de musica.

Mas agora deixo te a "pena" quero dizer as teclas ......

Pois é verdade a minha dona ontem esteve de aniversário, nunca sei por onde anda, por vezes parece que anda a fugir de si mesma...pois o seu coração está sempre em sobressalto e "pelo mundo em pedaços repartida"

Mas enfim desta vez fez o almoço em Pontareas , estava a nossa familia de gatos e veio a Gloria , Lena Carlos e Bruno a sua "familia de Tabuexa, e a sua cozinheira privativa e amiga Solbel, porque senao acabariam todos por comer Paté de Gato.ou Whiskas...
Tambem não é tanto assim, ela cozinha, mas só quando tem quorum suficiente.

Estava contente,as Gatinhas das Netas ligaram e mandaram uma foto linda, que eu entendi, que trazia algo mais que uma foto, trazia uma mensagem encoberta , porque ela ficou feliz, seus olhos sorriram.
Mas ela anda contente, as ferias tem sido bem ocupadas, 1º la foi Caminhando ate Santiago, faz lhe bem, fala consigo mesma, recarga energias, agradece os pequenos mimos que lhe vao tocando, e tem sempre um pensamento por todos que ela sabe que precisam de um pouco mais de força.

As Princesas voltaram a Tabuexa. Se vissem a alegria dela a transmitir tudo o amor que tem por aquele pedaço de terra que conserva com tanto carinho, foram a Santiago, ha sempre que agradecer o que se pede....!foram á Lanzada sitio triste para ela mas ao mesmo tempo mágico, faz parte da vida dela e não o quer deixar apagar.

Foi o milagre de voltar a viver, sendo mesmo triste pois perdeu quem amava.

Mas a hora dela ainda não tinha chegado, e ainda tem muito para transmitir ás suas netas.

Agora conta os dias para ter de novo as Pequeninas, para mais uns dias de surpresas e alegria.

Gosto de ve-la assim , por isso aqui hoje em nome de todos os meus companheiro Gatuxos que fazem parte da vida dela. quero deixar um miau muito especial, quero juntar a nossa voz a todas as pessoas amigas dela que nao a esqueceram neste dia.
Nao me surpreende ela é um Ser tranquilo e amavel, muita gente gosta dela, e só faz falta quem está....
Cá em nome do meu agregado aqui estamos

Marisol, Mikas, Pompom, Pipocas, Mamy, Mateo,Patxi e Pelayo

8 DE AGOSTO DE 1948





PARA TI MAE



Neste dia 62 anos depois querida Mae, vai uma mensagem de Amor para ti, de todos os principios que me deixaste, de todo o carinho que me deste, por pouco tempo, pois quiseste partir para um sitio, onde estarás por certo a escolher as pedrinhas do meu caminho e a sorrir quando me vez tentando ser como tu uma boa Mae e uma Boa Avó....

Como Mae, ja sabes que fiz tudo o que achei possivel, sempre deixei á frente de tudo o respeito pelos mais velhos o carinho e nunca perder as redeas de um Amor sem limites .

Como Filha, acompanhei o Papa toda a vida, limitada por muitas pressoes, mas fi-lo sempre sentir que o amava e tentei mitigar a tua falta.

Como Avó tu ves, temos umas meninas maravilhosa, que sabem quem tu és e o bonitos que eram os teus olhos e o teu sorriso.
Sabes bem como ainda hoje te queria ao pé de mim, ter as tuas mãos lindas(como me lembro das tuas mãos) afagando e o rosto.
Com me recordo dos teus conselhos e sei que sofreste quando perdeste um bocado de ti, vivi tudo isso Mamã, e cada vez mais acho que sempre foste uma grande Mulher.


Partiste tão cedo, querias descansar o teu coração eu sei, querias ter mais poder para donde estares dar rumo ao meu caminho, deixaste que eu caisse, para conhecer o prazer de me erguer e continuar a lutar mesmo que , o meu coraçaõ sangrasse.


Mas é o teu espirito que sempre sinto junto a mim, tento actuar como tu farias,amar sem odio,ser optimista e olhar para os que estao a meu lado , por certo sempre pior que eu.


Tu pedes por certo a Deus que me compense, e tornas os meus dias menos duros, dás me amizades, pessoas importantes na minha vida que me fazem sentir util e acarinhada.



Hoje em que se cumprem 62 anos do dia e que por certo foi muito feliz para ti...como dizia o Papa naquela canção" no jardim do vosso amor nasceu uma linda flor que nasceu de um Amor Perfeito"


Como conseguias fazer o milagre de transformar pedras em Rosas, Mamã?tinhas mão de mágica...


Sabes que eu digo que tambem tenho magia e as nossa Meninas dizem e que a nossa casa tem Magia.


Donde estas ajuda me Mae Querida, da me ideias e forças para transformar os dias das nossas princesas mais bonitos, a deixar atraz de mim um rastro de boas recordações,e principalmente forças para continuar, sem desmoralizar.
Eu sei que me deixaste com um tesouro, um optimismo e uma força de esperança do dia seguinte sempre melhor.

Mama neste dia vai aqui a minha homenagem, e se estivesses aqui receberias um ramo de flores por me teres posto neste caminho...pode ser dificil, mas tem compensações, tem solidão mas tenho os bons recuerdos , tenho os meus tesouros que protejo bem, eles são as pedras preciosas que fazem parte do meu legado.
Bens materias nao tenho,mas se poder ter deixado o mundo um pouco melhor, valeu a pena naquele dia ás 12 horas, sob a musica do Radio Graça ao som de uma marcha militar de Jonh Sousa, tu me teres posto neste mundo.
Nao deixes nunca de me fazeres sentir a tua força, sem ti nao seria o que sou.
Acredito que estas aqui ao pé de mim, quem sabe se esta noite me vens dar um beijo e afagar-me a cabeça.
Será a minha prenda de anos, sabes que espero sempre uma especial, que tarda em chegar..mas um dia será...tu ajudas Maezinha, atravez das tua Princesas.....e eu nao perco a esperança!!!

Um beijo


Pepita

segunda-feira, 26 de julho de 2010

JACOBEO 2010 -44 AÑOS DESPUÉS



Aqui vuelvo despues de cumplir el ultimo deseo deste año que queria estar en Santigo el 24/25 de julio.

Mucha gente pero mereció la pena , és siempre una ilusion estar alli, ante tanta belleza aunque las piernas se cansen,
Santiago é magia para mi, me acuerdo que en el año 1966 estuve alli estudiando y pasé las fiestas.

Mi tia Maria y tio Jose(mis tios abuelos) en casa de quien estuve aquellos meses cuando estudiava, hizo venir del pueblo S Comba(onde habia sido maestra, un chico de toda su confianza Paco .....para cuidar de la niña(YO) y acompañar a las fiestas del Apostol.
Imaginen yo con guarda espaldas privado..era muy simpatico y tenia mucha paciencia para aquella chica que habia acabado de salir de una vida muy controlada,era la descubierta de un mundo nuevo, con el conoci sitios en Santiago que aun ahora voy a tomar una copa As Crechas(el unico sitio que celebran en Abril ,la revolucion de los claveles,) Modus Vvendi un bar muy tipico, Paraiso Perdido tambien un bar muy curioso y tradicional O Bar 46 donde se tapea de maravilla.
y las fiestas lo pa´s muy bien bailando y conviviendo con otros jovenes de mi edad.

Era la 1ª vez que salia de casa de mis padres que confiava mucho emn mis tios, por esso entre Salamanca , Santiago me mandaron para Santiago.

Para mi era un mundo nuevo, la Universidad , havia un chico argentino , guapissimo, y muy cariñoso como son los argentinos, otro De Estados Unidos Jonh, salido de la pelicula Amor sin Barreras.

Un Frances tipo Einstein, una China que era un dulce, bueno un monton de recuerdos que me salen hoy 44 años despues.

Fué el año mas feliz y mas triste de mi vida, experiencias nuevas, pero lo bueno acaba y en Septiembre y Noviembre fallecieon mi hermana y mi madre.

Pero no puedo dejar de recordar estas fechas.el dia de Santiago el dia de la Patria Gallega.

Despues del Camino és el cierre de un proyeto para el 2010 si estoy dentro de 12 años, puede ser que alguien me lleve alla agradecer todo lo bueno que la vida me tiene dado, el menos bueno , al mejor fai parte de mi Camino por esta vida, para que sea una persona mejor, o para mejorar el percurso de otras vidas en que quizas anduve por aqui.

Para mis amigos quiero compartir con todos este mensaje.

Agradesco a todos que por estes años todos me dieron su amistad, su cariño su compañia, su mano amiga siempre que la he necessitado.

Estoy orgullosa de os tener como amigos....la amistad és un tesoro, que lo tengo
muy bien guardado.

Gracias a todos , un beso con mucho cariño

Pepita

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Junho....Analise de um Semestre pouco animado




Realmente este ano passou voando, foi um semestre conturbado, em que a nossa familia de gatos de vez em quando aumenta e de repente parte um , porque morrem..de PIF imaginem a percentagem é de 1 gato em 10.

A nos somos 6 ja foram 4....la estamos nos a dar cabo das estatisticas.!!!!

Eu Pelayo ja nao estou a achar graça, qualquer dia toca me a mim.
A minha dona de sorriso triste, vai tentando recuperar alguns gatitos perdidos, a Carolina e a Catarina, adoram as suas mascotes e por agora por Odivelas nao tem havido crise, o Mikas esta um lindo gato , o Pompom tambem, mas temos um meio kilo de gata a Marisol que é um encanto.

Mar y Sol linda combinação entre a natureza que tranquiliza o espirito de quem gosta.
O Mar aquela imensidão que tanta tristeza trouxe á minha dona, mas que ao mesmo tempo e um ponto de estabilizaçãp para ela.

Quem gosta do mar , procura sempre mais da vida do que aquilo que tem, é lutadora é insatisfeita por isso inconformista.

O Sol, fonte de energia que carrega as pilhas para aqueles momentos( que este ano foram muitos) em que as decepcções , tristezas e desanimos por vezes quiseram se instalar na mente da minha dona.

Ela busca a todo o custo sempre objectivos , para ela ate agora não ha impossiveis , porque acredita.

Vejam lá que agora vai fazer mais um ano o Caminho de Santiago,a pé..um patatao de Km, eu sei que é um momento de fusão ente ela e a natureza que tanto ama.
é duro? eu calculo que sim, nem me mexo nao va ela por me a trela e levar -me para partilhar com ela mais uma aventura.

Mas seu fico contente, quero que ela se supere a si propria, que ela sinta que não é trapo, que é capaz.

Tentam muitas vezes reduzir-lhe as energias, desiludi-la magoa la , ela aterra, mas como um vulcão(que agora está tanto na moda)ela solta a lava que esta dentro dela e olha os objectivos com desafio.

Se se engana nas suas analise, tenta tirar sempre as conclusões que a protejam de outra situação, mas não é tonta nem se se utilizaram dela , aproveitando o coração crente dela, nao julguem que sairão vencedores, pois a Vida em que ela acredita tomará conta do caso e as pessoas não viverão tranquilas pois ninguem pode dormir com a cabeça carregada de mentiras, enganos e faltas de afecto.

É mesmo uma sobrevivente,mas nao vitima...por isso os olhos ainda brilham , quando nos afagam e os seus braços abraça-nos com carinho e com a suavidade com que se pega numa criança.

A vida nao a deixa odiar, só tem tristeza, não a deixa perder, porque perder é deitar por terra os sonhos que ela ainda tem.

Os sonhos quase impossíveis , que acalenta, são oxigénio para respirar.
Não é fácil verga-la,eu conheço a muito bem, e desde que tenha sempre presente as sua Estrelas e tenha o Sol por companhia , temos um sorriso lindo ainda que os seus olhos sejam tristes mas brilhantes, porque ressalta o coração generoso que tem dentro dela.
Hoje só falei da minha dona, ela também merece que eu fale dela, não sou eu quem escreve as memorias dela?

Gosto de ti minha Amiga de tantos anos, e tantas coisa passamos juntos, mas aqui estamos....e ate nem temos a vida em cacos.e..temos uma família de quatro patas para cuidar.

Te quiero

quarta-feira, 17 de março de 2010

OBRIGADO TARTUFO




Talvez não seja a altura mais propicia a falar sobre ti, ainda sinto o teu corpo nos meus braços e o brilho já turvo dos teus olhos.
Eras o nosso herói, eras resistente á maldade humana e agradecido a quem te afagou.
Em casa os teus companheiros, acompanhavam te nas tuas tropelias....e aquele frigorífico quando se abria era uma tentação para ti..saia de lá sempre alguma coisa que tu adoravas.
E quando comias no teu pratinho e afastavas os outros com a tua patinha...e ralhavas .
A nossa casinha de Pontareas, que tu tanto gostavas, naquela cestinha ao Sol esta muito mais só, mas ja se adivinhava que seria a ultima vez que te tínhamos connosco, mas eu ainda tinha esperança,não podia ser...não merecias partir.

Nao desistias do teu carinho á noite e competias com o ressonar da tua dona.

Deixaste marcas no nosso coração, O teu amigo Val lutou por ti e todos pensávamos que tu ias sair vencedor, mas nem sempre é assim...a vida não protege quem luta, e prega nos partidas, ha derrotas que doem muito.

Os teus companheiros e amigos estão tristes..mas fica nos os momentos em que nos encheste de alegria, vida e dedicação....
Pelo menos adoraste o meu centro de Natal feito com tanta alegria para o nosso Natal .
Mas vamos continuar, e daqui presto te homenagem pela tua tenacidade e por teres estado na nossa vida.

Mas as lágrimas tem que cair, quem parte deixa sempre um pedacinho de nós a sofrer, nunca nos habituamos a esta passagem fugaz pela vida,

Um MIAU DE SAUDADES

Pelayo
Patxi
Meinhas
Musa
Pompom

e um carinho muito grande da Carolina, Catarina, Solbel e Mª Jose

quarta-feira, 10 de março de 2010

Homenaje a un amigo que nos dejó




A ti amigo que partiste , y ahora estarás junto a los que amaste un dia en la vida,nos dejaste una tristeza muy grande.

No te conocí pero entravas en mi casa en esta aldea virtual y transformavas el oceano en un pequeño lago.
Quien sabe si no cojerás de la mano de los que aun tienen aqui gente a quien aman y nos vienes a visitar, quien sabe si caminas a mi lado por Lisboa y por tu Galicia.

No entenderé jamas los designios de Dios,pero tu partes y pronto llegará tu niño, que será para toda tu familia ,el animo para seguir adelante .

Te pido amigo que , ahora que estas donde todo se puede, nos ayudes y nos protejas.

Si encuentras a alguien de los que amé, diles que os hecho mucho de menos.

Para ti , te dejo aquele abrazo que quedó por dar, aquellas palabras que quedaron por decir, la pena que tuve de no poder haber te conocido.

Aqui te quedan estos amigos , que de manos unidas como un nudo , seguiremos comunicando y haciendo que el mundo quepa en la mano, que la Amistad no sea apenas una palabra.

Hasta siempre amigo "Porteño"

Pepita
Publicada por ETERNITY em 11:12

terça-feira, 9 de março de 2010

O autor deste Blogue

Apenas uma flor



Bar Plaza

Se há um sítio em Ponteareas onde se pode compreender qual a massa humana de que se compõem esta pequena vila é o Bar La Plaza, aí nas mais variadas horas do dia vai passando personagens que por certo dariam uma história.
Trabalhadores apresados pela manha, emigrantes que todos os anos deixam os locais onde trabalham no duro para depois num só mês viverem um sonho de prosperidade, que não passa senão de uma imagem para quem os revê furtivamente, casais a quem a paixão que os fez caminhar ate ao altar já morreu há muito, deixando apenas uma preguiçosa forma de estar na vida, onde nem muitas vezes um sorriso de cumplicidade e amigo se lembra de aflorar aos seu rostos sem alma.

Eu todos os dia ali me detenho frente a um jornal em que me põe ao dia sobre as noticias do dia e da região, direi que estou adicta àquele cortado, o melhor de Galiza como diz a minha amiga Sol e um pão com manteiga que me ajuda a descomprimir e a iniciar o dia com mais força.
Ali o Sr Eduardo, profissional da arte e simpatia q. b. me faz sentir que sou bem-vinda e me deixa com um “que aprobeche” amável, deixando que por fim me embrenhe nas noticias.

Procuro sempre sitio numa mesa de canto, onde possa dominar ambiente para que possa observar com atenção quem me rodeia,

Pais com crianças ruidosas, que quebram o silencio e a paz do recinto, mas que no fundo são a alma dos pais e da sociedade que eu quero integrar, ao meu lado um senhor lê em voz alta o jornal num tom monocórdico imperceptível, mas irritante.

Mas de todos os personagens que integram esta cena diária, há uma que me desperta a curiosidade pela sua forma de agir.
Aí pelas 11:30 da manha entra uma senhora que se podia dizia, completamente autómato, trás na mão uma carteira e veste uma bata azul de flores que diria tirada de um baú onde os” recuerdos” insistem a não desaparecer.
O seu rosto não denota qualquer sentimento.não há sorriso e os seus olhos olham vagos para o infinito.

Mas o que me faz reparar nela tentar perscrutar no seu rosto um laivo de sensibilidade? Todos os dias esta personagem trás nas mãos 2 flores, viçosas, como que tentando dar á sua alma um pouco de alegria e dizer lhe que esta viva.
Quem lhe dará a s flores, será que por ausência de quem a ame ela tenta diariamente que essas flores lhe dêem a alegria que os seus olhos recusam ter? Será que elas são o seu apego á vida? Será que ingenuamente ela sente que a mão invisível que as colheu é a mão que nos seus sonhos a acariciam e sussurram que merece a pena viver, ver o sol e entrar no bulício do café, pois assim sentirá que existe e que a voz simpática do Sr. Eduardo a traz a um mundo que por certo lhe é hostil, mas que lhe faz sentir que esta viva e que por essas flores que lhe embelezam as mãos merece a pena erguer o corpo, incorporar a alma e se bem que os seus olhos não tenham brilho e o rosto um sorriso vale apenas estar ali, pelo menos eu dei por ela eu dou-lhe o sorriso igual á beleza das flores que insistem em trazer para o jardim da sua vida

Olhos Azuis



Nao sei que se passa a minha dona, outrora tristonha, mesmo que os seus lindos olhos azuis tenham mais brilho, por certo não é apenas dos seus óculos novos.

A sua vida encheu-se de objectivos que se vao cumprindo, eu de longe vejo como sorri quando o seu mundo se enche de crianças,os seus netos.
Daquelas maus que freneticamente procuram no baú , que por acaso ate eu gosto de ver aberto, aparecem pequenos objectos mágicos.

O sorriso da Catarina Carolina e Diogo transforma a nossa casa num sitio onde eu (do meu canto)sinto que ha calor e muito Amor.

Minha dona, ja nao esta triste , entre vestidos de fadas , bolas e bonecos eu passeio num mundo novo.
Ha vida naquela casa, ja não estão tristes os lindos olhos azuis da minha dona.

Muitas mãos se estendem para me afagar, aminha ração melhorou, cada um da-me sempre mais um bocadinho..Por isso estou gordinho e bonito.

Gosto de a ver assim.....o Sol que ela tanto gosta, voltou a brilhar.!!!!

Memorias do passado



É á mesa de um um café, onde teimamos reunir-nos os que ainda mantemos a ilusão de que vamos mudar não o mundo, mas a pequena praça onde vivemos.
Aí debatemos como a tornaremos mais bonita, aí protestamos pela forma com que abusivamente a querem transformar, aí criamos a ilusão de que temos algum poder, e assim todos os sabados regressamos a penates com a sensação de termos feito alguma coisa para transformar não o mundo, mas a pequena praça onde teimamos continuar a viver

Num 8 de Dezembro-Antigo dia da Mae



Ontem, a minha dona parecia que andava sobre nuvens cheguei e quase que voava, eu que como gato entendo muito bem o sentimento da minha amiga comecei a analisar e muita coisa aflorou ao meu espírito, lembrei-me da frase do Principezinho (Saint Exupery)

"Os homens já não têm tempo para conhecer o que quer que seja.
Compram coisas feitas nas lojas.
Mas como não existem lojas de amigos, os homens deixaram de ter amigos....."

Nada é tão real agora aos meus olhos.
Como parece que vivemos toda a vida com raivas no nosso coração, quando os minutos são poucos para viver com os amigos, ao final a única riqueza que podemos ter que ninguém quer herdar.
E aqui estou eu, outra vez , tal como O Sininho do Peter Pan a comentar ...eu conheço-a bem , eu sei o que aquele coração sente , por isso:

A todos que fizeram que estes dias , tivesse Sol, que uma casa fosse um Lar(diria mais un Hogar, )que é a palavra espanhola que define o calor que pode existir numa casa , mesmo que esteja frio, ficam aqui esta mensagem.

Posso ser um gato pouco comunicativo, mas tenho uma missão nesta casa.....dizer e escrever aquilo que os meus olhos vêem e o meu coração sente.

Pelayo

A mi madre querida


A mi madre querida
Todo lo que ahora pudiera decir sobre ti jamas seria suficiente.
Te queria y te quiero tanto que no se puede expresar con palabras, solo sintiendolo.
Eres el regalo mas valioso que me ha dado la vida, un ser con un corazon puro y limpio, lleno de bondad.
Contigo mi mundo era ancho, lleno de color y ternura; con tu ausencia se ha reducido a un profundo agujero negro, pero sé que vendrás a rescatarme de él con tu poderosa luminosidad y alegria.
Ahora te imagino feliz como una niña inocente jugando en los campos del Señor, cogida de la mano de tu Jesus querido y mejor cuidada que nunca.
Doy gracias a Dios por haberme puesto en tu vida y permitirme disfrutar de cada momento contigo.
Se me quedan pequeñas las palabras, pero mi amor por ti es inmenso.
Ahora y siempre.
Nunca, nunca, podre expresar con detalle cada momento, cada sensacion, todo el sentimiento gozoso vivido a tu lado.
Me diste la vida fisicamente y la llenaste cada dia con tu ser. No hay mayor riqueza en el mundo. Como no hay consuelo para tu pérdida.
Sigo unida a ti por ese maravilloso cordón umbilical invisible a los ojos, el mismo que me llevará de nuevo con impaciencia a tu lado cuando sea la hora.
De mi corazón a tu corazón, que es el mismo. Dios te bendiga .
Tu hija que te adora

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

DEIXASTE SAUDADES BEKAS





Foste a alegria da casa nestes 4 meses que estiveste conosco, eras o companheiro do Mikas , eras um traquinas, mas eu gostava muito de ti.
Fazias-me lembrar o Balu e como sempre um excelente companheiro nas nossas longas viagens até á Galiza.

De repente comecaste a nao crescer e vi que estavas muito doente, não resististe ás adversidades do teu nascimento, meu amigo, tive que fazer o que não desejava,e descansas agora na nossa Doya, recanto que me da tanta Paz e ainda me faz sonhar.

Se la donde estás,ves o nosso Balu diz-lhe que temos muitas saudades dele.

As nossa meninas dizem que foste ajudar o Balu a fazer companhia aos nossos entes queridos , que ja partiram.

Mas deixaste saudades,preencheste muitos momentos de solidão e tristeza.

Continuo a acreditar que os animais são os nossos melhores amigos(ha excepcções, mas poucas e os poucos amigos que tenho , estao bem guardados no meu"bau de los recuerdos"

Um miau para ti da tua dona.